Páginas

segunda-feira, 30 de março de 2015

Meu herói! Meu amor!



Hoje ele estaria completando 90 anos. E que falta imensa que ele faz! Sinto muitas saudades de sua presença amorosa!

Nesses quase dez anos sem ele aqui conosco, não tem como não me lembrar diariamente o quanto era carinhoso, forte, saudável, simpático, bem disposto, com aquele seu belo sorriso rasgado e o seu coração enorme.

E têm dias que as recordações apertam e doem de forma insuportável. Maltratam-me sem trégua! E por quê? Simplesmente porque ele foi o melhor pai que eu poderia ter tido.

Ninguém nesse mundo poderia substituí-lo à altura, ocupar o seu lugar que com tanta dignidade, excelência e amor ele preencheu!

Um homem bom, do bem e de muitos exemplos! Na verdade, de belos e edificantes exemplos!

Que mesmo sem tantos estudos acadêmicos, soube transmitir a nós, seus filhos, ensinamentos e princípios fundamentais que todos nós colocamos no nosso dia a dia em prática e, tenho certeza, levaremos para o resto de nossas vidas.
Por tudo, sou e lhe serei grata para todo o sempre!

Sinto-me, também, além de privilegiada, profundamente orgulhosa por tê-lo tido como meu pai nessa terra!

Ele sempre será a minha referência, o meu amor maior e meu herói!
E, assim, pode passar o tempo que for, ele estará em minhas orações e em minhas lembranças mais caras, até que possamos nos reencontrar em outras dimensões! 
Escrito por Anitha em 30 de março de 2015